NOSSOS INGREDIENTES

TRIGO

UM DOS CEREAIS MAIS FAMOSOS DO MUNDO CERVEJEIRO, PODE SER UTILIZADO MALTADO OU NÃO. BASTANTE UTILIZADA NA ALEMANHA E NAS WITBIER BELGAS. SUA PRESENÇA NA RECEITA TORNA A BEBIDA TURVA, CREMOSA E REFRESCANTE.

LÚPULO

A PLANTA INTERFERE NAS CARACTERÍSTICAS SENSORIAIS. QUANTO MAIS LÚPULO NA RECEITA, MAIS AMARGO E AROMÁTICO O LÍQUIDO COSTUMA SER. E TAMBÉM MAIS ABASTECIDO DE ANTIOXIDANTES

CEVADA

A FONTE DE AMIDO EM UMA CERVEJA FORNECE O MATERIAL FERMENTESCÍVEIS E É UM FATOR DETERMINANTE NO SABOR DA CERVEJA. A FONTE DE AMIDO MAIS COMUM USADA NA CERVEJA É A CEVADA MALTADA. A CEVADA É MALTADA POR IMERSÃO EM ÁGUA, PERMITINDO QUE ELE COMECE A GERMINAÇÃO E EM SEGUIDA SECA-SE O GRÃO PARCIALMENTE GERMINADO EM UM FORNO.

O GRÃO MALTADO PRODUZ ENZIMAS QUE CONVERTEM O AMIDO NOS GRÃOS EM AÇÚCARES FERMENTESCÍVEIS, DIFERENTES TEMPOS E TEMPERATURAS SÃO UTILIZADOS PARA PRODUZIR CORES DIFERENTES DE MALTE A PARTIR DO MESMO GRÃO. MALTES ESCUROS PRODUZIRÃO CERVEJAS MAIS ESCURAS.

DURANTE A PREPARAÇÃO DA CERVEJA, O MALTE É MOÍDO, REMOVE-SE A CASCA, E O GRÃO É DIVIDIDO EM PEDAÇOS. ESTAS CASCAS PERMANECEM COM O GRÃO DURANTE A BRASSAGEM E ATUAM COMO UM FILTRO NATURAL DURANTE A LAVAGEM DOS GRÃOS, QUANDO O MOSTO É SEPARADO DO MATERIAL INSOLÚVEL DO GRÃO.

ÁGUA

ESSENCIAL PARA A FABRICAÇÃO DA BEBIDA, ELA COMPÕE CERCA DE 95% DA CERVEJA.

FERMENTO

A LEVEDURA É UM FUNGO RESPONSÁVEL PELA FERMENTAÇÃO EM CERVEJA. A LEVEDURA METABOLIZA OS AÇÚCARES EXTRAÍDOS A PARTIR DE GRÃOS, O QUE PRODUZ O ÁLCOOL E DIÓXIDO DE CARBONO, E, ASSIM, SE TRANSFORMA O MOSTO EM CERVEJA. ALÉM DE FERMENTAR A CERVEJA, A LEVEDURA INFLUENCIA O CARÁTER E SABOR.

© Copyright 2020 - bierchopp.com.br
Todos os direitos reservados
Página Desenvolvida por: WEBCRIAL®